terça-feira, 27 de novembro de 2012

Um amigo especial.

Este amigo é impossível resumir em poucas palavras o valor que cabe à ele.
Quem sabe citando alguns nomes, que através dos tempos se tornaram "gente de fibra", quem sabe assim, eu possa dizer com minhas próprias palavras, o que é ser um amigo especial.
     Ele não é Fidel Castro, que implantou o primeiro estado socialista do Ocidente, que desafiou a  maior potência militar;
    Ele não é Pablo Picasso, que dominou todas as técnicas artísticas e, buscava novas formas e soluções para suas pinturas;
    Mas posso dizer com toda certeza que seu humor é quase tão bom, quanto o de Charlie Chaplin. E com todo seu caráter e humildade, poderia se chamar Mahatma Gandhi, que significa "grande alma". E com todo seu conhecimento e sua vontade maior ainda de aprender, demonstra a todos que "nós devemos ser a mudança que queremos ver no mundo" (Mahatma Gandhi).
    Até parece que esse amigo não tem defeitos pois seus valores íntegros os superam, manifestando-se em sua vontade de ajudar o próximo e não deixando que a voz da maledicência tenha força para ecoar, também não se preocupando em advogar em causa própria.
    Esse amigo especial mais parece uma dádiva de Deus, que veio ao mundo para nos confortar e mostrar que dependemos sempre um do outro, e que não estamos aqui para julgar e muito menos para sermos julgados. Pois o valor que adiquirimos durante nossa vida devemos a nós mesmos.



"Você não é bom porque você é amado.
Você é amado porque você é bom"
(Nelson Mandela)


Este texto é dedicado à todos os amigos especiais.

Autor: Cairê Barcelos.