quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Doce amada

Eis-me aqui, minha amada, eis que aqui estou.
Pra fazer as tuas vontades, e pra ti dar o meu
amor.

O! Minha doce amada, abra as portas do
teu coração, e deixe a luz do meu amor entrar.

Pra que no futuro sejas minha, assim, como
no presente sou teu.

Que possamos brindar o passado, onde o
nosso amor nasceu.



Autor: Cairê barcelos