terça-feira, 13 de novembro de 2012

A PONTE

Um dia desses, atravessando uma ponte, parei
no meio dela para observar.
Olhando para baixo avistei algo que mudou a
minha vida, algo que mudou meu modo de
pensar.

Jamais senti algo assim, mas atravessando
aquela ponte, sai fora de mim, e percebi que
em minha vida,vivia correndo sem parar, e
nunca sobrava tempo, de parar para pensar.

Minha vida era tão corrida,que nem esse
gostinho eu poderia me dar, pois parar me
atrasaria, e isso iria me tirar a chance de ser
alguém algum dia.

Também tinha outro motivo,eu tinha medo
de parar,porque eu não queria que me
atropelassem, me tirando fora do lugar.
O lugar que sempre almejei,o lugar que eu
merecia estar.

Nunca ganhava nada de graça, tudo que
queria tinha que pagar.
As vezes pagava um preço alto, apenas
para saborear as coisas belas da vida, aquelas
que para quem tem poder, é mais facil de
conquistar.
Mas para mim que vivia correndo, pagava
apenas para sonhar, acreditando que no futuro,
tudo que eu almejava iria conquistar.

E para quem vive sonhando, pare um pouco
para pensar,a vida passa depressa, e o tempo,
não se pode controlar.
Por isso não perca tempo,pare hoje pra pensar,
foi atravessando uma ponte, que algo me fez
mudar.

Abaixo daquela ponte, passava uma àgua tão
transparente, que o meu refléxo eu vi ao olhar,
e vi um rosto abatido, com rugas por todo
lugar, só não vi minha juventude, pois correndo
atrás dos meus sonhos a vida fez o tempo passar,
me roubando-a e me cegando com meus sonhos,
só pra não ve-la escapar.

Pense hoje,reflita agora,não deixe a hora passar,
e viva a vida intensamente sem deixar de sonhar,
pois todos os caminhos já foram traçados, para
que em nosso tempo de vida os nossos sonhos
possam se realizar.


Autor: Cairê barcelos