sábado, 22 de dezembro de 2012

" PONTO DE PARTIDA "


Eu estava sentado no sofá da sala olhando nossas
fotos espalhadas pelo chão, no dia que não seria
de despedida e sim de comemoração.

Em cada foto um lugar que fazia fluir a imaginação,
num momento de prazer onde não existia dúvidas,
apenas dois corações deixando tudo acontecer.

Naquela noite a realidade nos mostrou a sua cara
se desfazendo da máscara que a muito tempo nos
iludia, fazendo-nos acreditar  que viviamos uma
vida plena, mas no fundo era só fantasia.

Mas olhando aquelas fotos espalhadas pelo chão,
eu vejo o quanto fui omisso não sendo franco
 retirando as dúvidas do seu coração.

Com a rotina que viviamos, poucas foram as
vezes em que nos olhavamos, e dialogar era
raridade, nem sequer nos demos conta que
fazia parte dos planos da realidade.

"Mas a brasa ainda estava acesa alimentando a
chama da paixão, que queimava o corpo ardendo
 a alma saciando os desejos do coração."

Mas enquanto você chorava no quarto lamentando
ter me ofendido, eu entrei porta a dentro pra
desfazer o mal entendido, e naquele momento
colocamos em pratos limpos todas as mágoas e
dúvidas que nos faziam sofrer.

Daquele momento em diante seria o nosso "ponto
de partida",e não teria espaço para dúvidas onde
a realidade não pudesse se impor. E numa troca
de olhares pudemos perceber que a brasa ainda
estava acesa ardendo e queimando ao nosso redor,
 e tudo que precisariamos fazer, era alimenta-la.



AUTOR : CAIRE BARCELOS