terça-feira, 22 de abril de 2014

" LIZANDRO, UM INSTRUMENTO DE "DEUS"

Não sou cantor, no entanto, meu solfejar é tão contagiante que encanta todos ao meu redor. O meu cantar vem do fundo da minha alma, e dela são extraídas as mais puras emoções, que ecoam por todos os ouvidos confortando os corações. Não sou médico nem tão pouco um curandeiro, mas saro as suas feridas despertando o meu melhor em ti, e tudo que te peço em troca é que me deixe acordar junto ao seu "eu", e que eu possa contamina-lo com a minha alegria fazendo-o me sentir, todavia se assim for o meu derradeiro, morreria feliz, por curar o seu sofrer apenas com o meu sorrir. Eu me chamo lizandro, no entanto meu nome não é o mais importante, pois o que importa é a minha essência o meu "Eu"interior, é onde eu reciclo os meus sonhos e ideais baseando-os em meus princípios e confirmados pelo meu caráter, porque é lá que eu vivo em total felicidade junto ao meu pai o Rei dos Reis e com meu irmão o meu próprio salvador, é ele quem cura todas as enfermidades, e me usa como seu instrumento para dividir com todos, toda a minha alegria e plena felicidade, e assim o faço. Sou apenas mais uma formiguinha cantarolando em meio a multidão, distribuindo as minhas alegrias dando um pouco de paz à todos os corações.  Seja a esperança que falta na vida de alguém clicando nos Links
abaixo:
Site - http://www.desaparecidosdobrasil.org/
Blog - http://desaparecidosdobrasi.blogspot.com.br/

Autor: Cairê barcelos