sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

" UM AMOR DE OUTROS TEMPOS (parte ll)

 Depois de algum tempo sobre a cama com as minhas forças renovadas, procurei uma forma de tentar compreender os meus sonhos e passei a estuda-los para que eu pudesse desvenda-los ou apenas encontrar um jeito de reconhecer ou tentar enxergar o rosto de minha futura amada ou daquela que reciprocamente nos amamos em outros tempos. É eu sei ! Somos criados por uma falsa ilusão de mundo perfeito e ensinados a aproveitar todas as oportunidades que a vida nos reserva, mas isso também é uma forma de nos cegar e impedir-nos de tentar compreender os nossos sonhos. Não é fácil desvendar os nossos sonhos, pois parte deles são reais experiencias que vivemos em outras vidas, e outras, são do cotidiano da vida atual que maliciosamente é imposta por nossa mente para nos confundir e desviar-nos de qualquer tentativa de compreensão dos propósitos dos sonhos. Alguns sonhos revelam vestígios das nossas vidas passadas, vidas que por alguma razão foram interrompidas não encerrando o ciclo de sua passagem, deixando o seu estágio incompleto e perdurável até que a própria alma pudesse ou ainda possa concluir o ciclo. Talvez seja por isso que a alma insista em inserir no subconsciente fragmentos que possam persuadir-nos à tentar entender e desvendar os mistérios dos nossos sonhos. Entretanto, a alma jamais pôde ou pode interferir diretamente na passagem dos ciclos tanto como foi no passado quanto na vida atual, pois cada vida tem a sua passagem com a sua missão, e nenhuma pode ter conhecimento da outra. Contudo, só me resta acreditar e aceitar que o momento de conhecer ou reconhecer a minha amada ainda não chegou. No entanto, eu sinto que algo está pra acontecer e isso me deixa esperançoso. Na verdade, esperançoso é pouco, pois o que eu sinto é um grande contentamento é um abrandar no meu coração, mas de uma forma inquietante e de extasiamento por saber que a alma fará de tudo para que eu cumpra essa missão fechando esse ciclo e ainda possa reencontrar a minha amada nessa vida......    

                             "Será que eu vou encontrar a minha amada ?"
                                       " E  Você, o que você acha ?"

Autor: Caire barcelos