domingo, 31 de maio de 2015

" PARANOIAS DOS MEUS PENSAMENTOS "

De vez em quando, eu me entrego tanto as minhas fantasias que chego acreditar que elas são reais. Talvez essa seja a forma que o meu subconsciente encontrou para fugir das armadilhas dos meus pensamentos, que insistem em me causar dor, pois vivem remexendo num passado onde falta cicatrizar a perda de um grande amor. Uma história como muitas vivida com muita intensidade, onde duas almas se encontraram para dar continuidade a um sentimento que por motivos desconhecidos,não puderam chegar ao clímax. Poucas vezes percebemos algum ato inconsciente que tomamos na nossa rotina, na verdade, são esses pequenos detalhes que nos fogem desapercebidos que mudam frequentemente o nosso amanhã, e em muitas vezes chegam a mudar o nosso traçado nos levando por direções contrarias. Talvez se ficássemos mais conectados com tudo a nossa volta, perceberíamos esses certos detalhes incomuns, porém, tudo que acontece ao nosso redor, são encobertos por situações adversas para nos confundir e passar desapercebidos pela nossa compreensão. Contudo, talvez seja por esse motivo que eu me entrego tanto as minhas fantasias, quem sabe seja a única forma encontrada para fugir, das paranoias dos meus pensamentos.




Autor: Caire Barcelos