sexta-feira, 26 de junho de 2015

" O REI DOS MARES " e ( O PROPÓSITO DOS SONHOS ) parte ll

(continuação) * No entanto, de vez em quando a alma nos presenteia com pedaços de nossas histórias vividas em outros tempos.  talvez seja por isso que as vezes eu sonho o mesmo sonho todas as noites não importando o meu estado emocional, posso estar triste ou feliz que é só fechar os meus olhos que uma força me coloca no mesmo lugar onde eu estava quando acordei. Eu acredito que todos os sonhos tenha um significado, basta estar conectado à eles e aprender os sinais. De tanto sonhar o mesmo sonho, certo dia eu acordei e ainda estava conectado ao sonho, e por alguns segundos senti uma leve brisa recostar em meu rosto com respingos de água salgada. Entretanto, tudo que se refere ao mar pra mim não faz sentido, pois todas as minhas escolhas até então foram contrárias a ele.  Foi quando eu percebi que por mais que a gente não siga tal caminho, sempre existe uma seta apontando na direção que devemos seguir, nessa hora não tem jeito, é como se uma força dentro de você te arremessasse de encontro à ele.  Então, ainda conectado, segui por esse caminho que me levou até ao mar, e sentado na beira da praia ouvi o mar me chamar. Suas ondas entoavam uma linda canção, a mesma canção que na minha infância em noites de chuva e trovoadas minha mãe cantava para abrandar meu coração.  De repente, o mar soprou uma brisa que fez tudo mudar, ela entrou no meu corpo bombeando ar puro em minhas veias retirando as impurezas e renovando o prazer de respirar, despertou todos os meus sentidos libertando-os e transportando-os para outra vida para reaprender a viver.  Nesse espaço de tempo dentre as transformações dos meus sentidos corpo e alma, o mar me confidenciou uma história que mudou todo o meu "Ser":  ( continua )



Autor: Caire barcelos