segunda-feira, 16 de setembro de 2013

O POEMA " A RAZÃO E A EMOÇÃO "

Uma paixão que queimava o corpo inteiro deixando o gostinho de quero mais. Uma lembrança que não quer ir embora tentando reviver tempos atrás. Um coração esperançoso a espera que o amor possa intervir, que faça a razão mudar seu julgamento e sinta em sua realidade que o amor não deixou de existir, apenas ficou adormecido com a história que poderia ser eterna, mas com a sua intervenção ainda pode ser vivida sem precisar ter um fim. Há ! Que tolo coração, ele realmente acredita que tudo pode mudar, que o amor é o único sentimento puro que existe e quando tocado por ele, a roda do tempo gira no sentido contrario resgatando tudo que se perdeu, pra poder reviver a história ou quem sabe recomeçar. A desistência de um lado com medo de não dar certo não por menos amar, mas sim pela incerteza que no futuro o outro não possa estar por perto, fez uma história desmoronar, e como um castelo de areia feito com amor por seu escultor, o coração tenta de todas as formas reconstruir a história que o tempo quase apagou. Uma luta constante de uma história real, onde dois sentimentos lutam contra o bem e o mal. A razão revirando o passado deixando transparecer a realidade. A emoção deixando claro que toda história foi vivida com amor em total felicidade, e se tudo acaba como tudo acabou, é porque houve receio em não acreditar no amor. Razão e a Emoção, são dois sentimentos com caminhos diferentes chegando no mesmo lugar, onde o amor aguarda ansioso o encontro desses dois caminhos, para que enfim seus destinos possam se unificar, e assim, continuarem a viverem a sua história sem medo de amar.

Não se prenda a minha Razão, nem tão
pouco a minha Emoção, apenas seja você
mesmo e siga seu coração. todos temos o
livre arbítrio e o poder da  decisão, mas
nem todos tiveram a mesma sorte de ter
esse poder nas mãos. Dê um pouco de
esperança àqueles que não puderam
escolher clicando nos Links abaixo:
Site - http://www.desaparecidosdobrasil.org/
Blog - http://desaparecidosdobrasi.blogspot.com.br/


Autor: Caire barcelos