domingo, 26 de outubro de 2014

" SUA FALTA "

Meu corpo sente a sua falta e pra ele a recíproca
 é verdadeira. Todas as vezes que passas por
mim, eu te sinto como se ainda fosses minha,
meu corpo se alimenta dessa esperança e por
mais que ele lute contra, na sua presença ainda
sente um frio na espinha.

As vezes é diferente, minha consciência me
distrai, me faz lembrar de todos os momentos
que a muito eu deixei pra trás, lembranças de
dias feliz, mas que as vezes fazem doer, porém,
nada apagará a história, em que eu vivi um
grande amor.....

Mas minha consciência, só lembra a parte ruim,
não lembra o quanto fomos felizes e as partes
em que ela dizia, que tínhamos nascido um
para o outro,e que a vida ao meu lado era só
alegria.

Entre a minha consciência e as minhas
lembranças, fico com as alegrias que as duas
me proporcionaram, pois é só assim que eu
me sinto em paz....



Autor: Cairê Barcelos